• Assessoria de Marketing

CONHEÇA O HOUSE FLIPPING: TIPO DE INVESTIMENTO QUE SAIU DOS EUA E COMEÇA A CRESCER NO BRASIL

Atualizado: Set 14

Você já escutou falar no termo HOUSE FLIPPING?


Essa é uma novidade de investimento no mercado imobiliário que pode estar chegando para ficar, isso porque com os juros de financiamento mais baixos da história e a possibilidade de trabalhar em casa, o setor imobiliário está em alta e como todo mercado em alta, novas possibilidades de vendas e investimentos aparecem.


Foto: reprodução freepik

AFINAL, O QUE É O HOUSE FLIPPING?


Prática comercial popular nos Estados Unidos, que envolve a comercialização de imóveis por preços mais elevados após terem passado por reforma. No Brasil, as buscas por renovação de imóveis aumentaram 68% desde o ano passado, e as de aquisição para redecoração, 42%, segundo levantamento do site especializado Archademy.


Nos Estados Unidos, é um mercado de mais de 200 mil imóveis negociados nessa modalidade, com uma taxa de retorno acima de 40% para o investidor. No Brasil, ainda não existem dados consolidados, mas a tendência é de que continuem subindo cada vez mais, principalmente quando visualizamos diversos imóveis subaproveitados e abandonados.


E QUAL A VANTAGEM DE FAZER O HOUSE FLIPPING?



Vários motivos fazem com que esse tipo de modalidade seja referência nos EUA e podem ser destacados para o mercado brasileiro:






Foto: reprodução freepik

1. Pode ser direcionada como estratégia de diversificação de investimento dentro do mercado imobiliário;

2. Estratégia de negócio que tem como foco principal o lucro rápido, porque normalmente os preços dos imóveis estão mais em conta ou promocional;

3. Desnecessidade de uma grande empresa para assegurar a viabilidade do negócio;

4. Menor dispêndio de capital para prosseguimento do projeto;

5. Lucros que podem chegar de 40% e 50% do negócio;


Os investidores de real estate geralmente preferem essa solução quando encontram bons ativos imobiliários, com grande desconto e excelente localização.


Cabe destacar ainda que os imóveis ideais para a realização do flipping são aqueles altamente líquidos no mercado, pois o tempo é um fator primordial na lucratividade dessa estratégia de investimento imobiliário, em razão dos diferentes custos com a manutenção da propriedade, sem falar na imobilização do capital, caso a propriedade fique muito tempo desocupada.



Foto: reprodução freepik

ESSE TIPO DE INVESTIMENTO É SEGURO?


Não é só seguro, como tem muita gente ganhando muito dinheiro com a operação. Vide a startup LOFT, que chegou a se tornar o terceiro maior unicórnio do país (como são chamadas as startups avaliadas em 1 bilhão de dólares ou mais). Eles possuem um alto faturamento com a revenda de imóveis reformados.


A RESALE, fundada em 2015, aposta, por exemplo, no processo de retomada do imóvel de operações de financiamento imobiliário que não deram certo e que depois são colocados à venda por valores muito menores do que a avaliação de mercado. Imóveis em processo de venda por leiloeiros também são exibidos pelo site – nesses casos, todo o processo de lance e compra é de responsabilidade da empresa de leilão.


Há, ainda, corretores que se conectam ao negócio e passam a divulgar os imóveis disponíveis na plataforma para sua carteira de clientes.


Inclusive a moda está pegando tão forte que até mesmo pessoas físicas já estão apostando suas fichas na modalidade, e claro que é importante ter uma boa equipe de reforma por trás ou um profissional do ramo como parceiro, e aí entra tanto um bom corretor, engenheiro e claro um advogado.



QUAIS OS CUIDADOS JURÍDICOS COM O FLIPPING ?




Como qualquer investimento, a busca é o lucro e existem particularidades nessa modalidade, já que a ideia é buscar imóveis mais baratos, e para isso é necessário de um corretor que busque indicações para seu cliente investidor.


De início percebe-se como em todo ramo imobiliário que existe um emaranhado de contratos para se realizar durante toda a operação,

Foto: reprodução freepik

iniciando desde a construtora que deseja operacionalizar toda a estrutura até o contrato a ser realizado entre o futuro comprador do imóvel.


Ainda como está se tratando de uma propriedade que já tem uma antecedência, toda a due diligence imobiliária é necessária para se aperfeiçoar o investimento com a melhor perspectiva e sem problemas futuros.


A depender da estruturação que será realizada na propriedade poderá ainda ser necessário averbar as construções na matrícula para que esse novo imóvel seja apto e melhor aceito para futuros investimentos imobiliário.


Para àquelas pessoas que pensam como a RESALE, e pretende comprar imóveis em leilão para posterior venda, é ainda mais necessária a leitura atenta ao edital, uma visita atenta ao imóvel para visualizar se está ocupado ou não, análise de certidões e a averiguação completa da matrícula.


Dessa forma, sem sombra de dúvida o FLIPPING é uma excelente modalidade de investimento imobiliário que está com tendência de alta no Brasil, e principalmente em áreas urbanas, porém deve se cercar de cuidados como qualquer negócio jurídico existente no nosso país.



Dr. Andress Amadeus P. Santos OAB/SE 7.875